18.1.10

Sobre o Globo de Ouro

Então, ontem teve o Globo de Ouro. Eu só fique acordada até o Robert Downey Jr. levar o prêmio de melhor ator comédia por Sherlock Holmes (que, por sinal, é um filme divertidíssimo). Dormi antes de ver Avatar ganhar melhor filme drama.

O chato do James Cameron ter levado melhor diretor até acho justo, mas Avatar é uma boa experiência, não o melhor filme, ainda mais numa lista com Inglorious Basterds e Up In The Air.

Eu gostaria de ver Crazy Heart que deu o prêmio de ator para o Dude, aka Jeff Bridges. Meryl Streep, fantástica, levou por Julie & Julia. Sandra Bullock por The Blind Side, e ainda agradeceu em alemão. Christoph Waltz, o melhor vilão do ano fácil, levou seu globo pelo Coronel Hans Landa (ele podia ter agradecido em várias línguas para ficar divertido).

The Hangover ganhou melhor filme comédia. Eu ri muito nesse filme, mas preferi 500 Dias com Ela, um dos filmes mais fofos do ano. Aliás seria bom 500 dias ganhar alguma coisa, assim passaria nos cinemas aqui de Fortaleza. (aproveito para reclamar que Onde Vivem os Monstros também não vai passar por aqui, dammit!)

Ricky Gervais fez piada com tudo e com todos. Muitas super engraçadas e algumas constrangedoras, mas ele se saiu bem.

Michael C. Hall, o Dexter, levou prêmio de melhor ator drama, mais do que merecido. E, também por Dexter, John Lithgow venceu coadjuvante pelo serial killer mais assustador da tv em muito tempo. O melhor drama foi Mad Men, que teve uma temporada impecável.

Alec Baldwin ganhou melhor ator comédia. Again. Custa dar um premiozinho para o Steve Carell? E a melhor comédia do ano foi Glee. (é legal, mas eu prefiro The Office).

Juliana Marguiles levou atriz drama, por The Good Wife que é uma série boa, mas ainda está no começo. Toni Collete que faz uma dona de casa com multiplas personalidades em United States Of Tara levou melhor atriz comédia (e eu acho que essa séria é mais um drama).

Jon Hamm e George Clooney estavam de barba. Clooney ficou bem, Jon Hamm nem tanto. Acho que agora tenho um crush no Jason Reitman.

E foi isso. Até o Oscar.

Update: Troféu PduBT dos looks do red carpet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário