9.5.07

Spideremo

Spideremo

Peter Parker nunca foi macho-que-é-macho. Exatamente por isso ele é um dos heróis mais queridos, o que os fãs mais se identificam, ele é vulnerável emocionalmente, ele é humano (ok, mutante, mas aconteceu por acidente e já adulto).

Nesse filme ele enfrenta o Duende Jr, o Venom, e o Homem de Areia (que depois vira Homem Entulho). Vive aos trancos e barrancos com a Mary Jane, arranja uma paquera nova e se veste de preto.

O pessoal anda dizendo que ele passa por uma fase emo no filme. Eu acho que é um pouco mais. Pensa bem, ele chora por qualquer coisa, descobre que foi trocado por outro, fica perigosamente vingativo, muda o cabelo e compra roupas novas. Desculpa gente, isso não é emo isso é TPM.

Não me entendam mal. Eu adorei o filme! Ação de primeira, efeitos especiais que valem os milhões de dólares, romance e Peter Parker dançando tipo Travolta. Ainda vi num cinema cheio de adolescentes gritando e vibrando com o Spiderman, do jeito que tem que ser.

A Tia Helo não ia gostar desse filme. Muito sofrimento, e aquela franja do Peter seria demais para ela. 210 “Ai, Jesus!” para o Homem Aranha.


PS. O trailer do Harry Potter me deu saudades de Londres, o Adam Sandler está a cara do Bob Dylan nesse filme novo, e mal posso esperar o Shrek 3!

Um comentário:

  1. ai, deixa eu concordar com tudo?!!
    deixa?
    "brigada"!
    [;)]

    besos, kaká

    ResponderExcluir