26.8.18

Analisando a música: The Dark of the Matinée (Franz Ferdinand)

Em Natal (RN) tem um festival de música alternativa, o M.A.D.A., que esse ano vai completar sua vigésima edição. A sigla significa Música Alimento da Alma. Nunca fui nesse festival mas várias bandas boas passaram por lá, brasileiras e de fora.

Esse ano vai ter Franz Ferdinand, banda escocesa que gosto muito. Como é rara a presença de bandas assim fora do eixo Rio-SP e ainda mais ao norte de Recife, as amigas disseram "Bora?", mas é claro que bora! Então em outubro estaremos lá para ver Alex Kapranos e Cia, além de Baiana System e Francisco El Hombre.

Já vi Franz Ferdinand ao vivo duas vezes (em 2006 e 2010 no Rio) e é um dos shows mais animados que já presenciei. Essa é uma banda muito divertida com músicas dançantes. Então para me preparar para o show em outubro aí vai um analisando a música dos escoceses.

A banda Franz Ferdinand foi formada em Glasgow em 2002 por Alex Kapranos, Nick McCarthy, Bob Hardy e Paul Thomson. Nick McCarthy saiu em 2016 e no lugar dele entrou Julien Corrie.

O nome Franz Ferdinand vem de um cavalo de corrida chamado Archduke Ferdinand (o nome obviamente veio do duque austríaco) que eles gostaram tanto da sonoridade dos dois nomes com a letra F que pegaram para ser o nome da banda. O fato de ser o nome do duque que foi assassinado em 1914 sendo o estopim para a Primeira Grande Guerra foi só um detalhe a mais. (Inclusive eles tem uma música sobre o fato: Bang Bang (All For You Sophia))

Franz Ferdinand veio numa leva de ótimas bandas britânicas como: Kaiser Chiefs, Arctic Monkeys, Keane, Block PartyKasabian. Todas essas bandas (junto com outras como The Killers) tocavam em uma lugar alternativo underground que eu frequentava aqui em Fortaleza. Era o único lugar na cidade que tinha música indie boa.

A banda tem cinco albuns. Gosto muito dos dois primeiros: Franz Ferdinand (2004) que tem o primeiro hit Take Me Out, tem a ótima Darts of Pleasure, Jacqueline, Auf Achse, Michael; e You Could Have It So Much Better (2005) que tem a divertida Do You Want To, a lindinha Eleanor Put Your Boots On (até fizeram uma versão nova dessa música), Walk Away e I'm Your Villain.

O terceiro album Tonight: Franz Ferdinand (2009) veio com o som um pouco diferente e tem No You Girls e a ótima Bite Hard. Em 2013 lançaram o Right Thoughts, Right Words, Right Action seguindo a linha do Tonight e tem a ótima Bullet , Right Action e Fresh Strawberries.

Em 2018 Franz Ferdinand lançou Always Ascending um disco com um som muito diferente dos outros discos e tão dançante quanto. Esse disco novo é tão década de 1980 que, além de sintetizadores, tem até uma música com solo de saxofone (Feel The Love Go). Ainda estou me acostumando com as músicas desse disco já escutei algumas vezes e estou gostando.

(A banda ainda tem um projeto coletivo com uma banda americana chamada Sparks e em 2015 lançaram um disco como nome de FFS)

Na hora de escolher uma música para analisar foi difícil porque nunca prestei muita atenção nas letras deles então a vontade é de fazer todas. Tentei escolher pelos videos: o de Do You Want To é divertidíssimo, o de Take Me Out é vanguarda, o de Darts of Pleasure é doidinho, a versão nova de Eleanor é um desenho lindo, o de Bullet é metalinguagem, são tantos e variados que não é tarefa fácil. Decidi escolher por frase que gosto de repetir pela sonoridade e The Dark of The Matinee tem: "Find me and follow me through corridors, refectories...". Foi disputada com Darts Of Pleasure que tem duas frases em alemão que adoro cantar: Ich Heiße Superphantastich, Ich Trinke Schampus mit Lachsfish.

No fim minha curiosidade para saber o que tem no escurinho da matinê ganhou da vontade de beber champagne com salmão.

You take your white finger
Slide the nail under the top and bottom buttons of
My blazer
Relax the fraying wool, slacken ties and
I'm not to look you in the shoe
But the eyes
Find the eyes

The Dark of the Matinée é do primeiro disco do Franz Ferdinand e o terceiro single lançado. O Alex Kapranos tem uma voz grave com um ar meio sacana do jeito que ele as vezes geme quando canta. Como quando ele começa a cantar essa música.

E essa é uma música sobre uma paquera, ou um crush, entre um cara talvez tímido que quer parecer cool (ou enfadado) e uma menina que parece estar a fim mas não está nem aí para a atitude dele. Vamos ver como se desenrola essa história.

Ele começa dizendo para ela passar o dedo entre os botões do blazer dele para ajeitar a lã puída e aproveitar e afrouxar a gravata. Deduzo que eles estejam em alguma escola britânica onde usam esse tipo de uniforme. E acho que ele está fantasiando em dizer isso para ela.

A seguir ele faz uma nota mental para si mesmo para olhar para ela nos olhos e não para os pés. "olha para cima, encontre os olhos! os olhos!" OU se ler essas duas frases juntas (But the eyes find the eyes) fica melhor - os olhos se encontram.

Find me and follow me through corridors, refectories and files
You must follow, leave this academic factory
You will find me in the matinée, the dark of the matinée
It's better in the matinée, the dark of the matinée is mine
Yes, it's mine

Aí pode ser que os olhos se encontrando ele mande esse recado para ela:
Me encontre e me siga por corredores e refeitórios e arquivos. Tem que seguir, sair dessa fábrica acadêmica (conhecida como: Escola) e você vai me encontrar na matinê, no escurinho da matinê porque lá é melhor e é meu lugar de conforto.

Matinê é uma sessão no início da tarde de qualquer espetáculo (filme, peça, show), acredito que na música seja um cinema.
Aqui no Brasil na década de 1980 e 1990 algumas danceterias tinham matinês para os menores de idade poderem se divertir no fim de tarde. Não sei se isso ainda existe mas na minha adolescência fui a várias e muitas tinham um escurinho sugestivo.

I time every journey
To bump into you accidentally, I charm you and tell you
Of the boys I hate, all the girls I hate, all the words I hate
All the clothes I hate, how I'll never be anything I hate
You smile, mention something that you like
Oh, how you'd have a happy life if you did the things you like

Ele cronometra os turnos para topar com ela "acidentalmente". Pequeno stalker. (Quem nunca?)
Ele joga charme e conta de tudo que ele detesta (com um ar de entediado que dá para escutar na voz do Alex Kapranos). Os meninos e meninas que ele odeia, as palavras que ele abomina, as roupas que ele detesta e como ele nunca vai ser nada que ele odeia.

Pausa para filosofar. Ele pode estar dizendo que detesta todas essas coisas e pessoas e que nunca vai ser ou fazer nada disso, talvez para encontrar algo em comum com ela. OU, como sabemos que muito ódio pode ser desejo, pode ser uma pontinha de inveja dele e no fim ele conclui que nunca vai conseguir ser nada disso.

Ela acha tudo isso bobagem, dá um sorriso, fala sobre algo que curte e diz que teria uma vida feliz se fizesse as coisas que gosta.

Find me and follow me through corridors, refectories and files
You must follow, leave this academic factory
You will find me in the matinée, the dark of the matinée
It's better in the matinée, the dark of the matinée is mine
Yes, it's mine

Aí com essa ignorada dela no jeito entediado dele acho que ele apaixonou de vez e a chama para o escurinho da matinê, onde ele pode ser ele mesmo. (Será que ela foi? Acho que sim e ele passou a fazer coisas que gosta.)

So I'm on BBC Two now
Telling Terry Wogan how I made it
And what I made is unclear now
But his deference is and his laughter is
My words and smile are so easy now
Yes it's easy now, yes, it's easy now

Aqui a música diminui o ritmo, aparentemente tem um salto no tempo na letra, e estamos no futuro. Ele agora esta num programa de entrevistas da BBC 2, na TV, falando de como chegou lá. Mas afinal, o que é "chegar lá"? Para ele não está muito claro, mas o respeito e as risadas do apresentador estão claras. Então as palavras e o sorriso vão ficando mais fáceis. Aí o riff de guitarra entra e o Alex Kapranos canta "Yes, it's easy now" com mais segurança. Se acostumou com a fama.

Find me and follow me through corridors, refectories and files
You must follow, leave this academic factory
You will find me in the matinée, the dark of the matinée
It's better in the matinée, the dark of the matinée is mine
Yes, it's mine

De volta ao passado.....ele ainda está a chamando para segui-lo por esses corredores e refeitórios e arquivos, sair da escola, e saber o que afinal de contas tem na matinê que ele garante ser melhor. Eita escurinho de cinema bom!


O video passa numa escola e adoro a cara de entediado que o Alex Kapranos faz. E as coreografias? Franz Ferdinand é diversão garantida.

23.8.18

Analisando a música: Nervous (Shawn Mendes)

Essa semana teve o MTV Video Awards, e até fiquei surpresa que a MTV, que já não mostra videos em sua programação, nem é mais um canal de música, ainda dê prêmios, mas tudo bem.

A premiação começou com o FOFO (e usarei essa palavra inúmeras vezes nesse post) do Shawn Mendes cantando In My Blood, seu hit do momento. Depois ele apresentou o prêmio Vanguard para a Jennifer Lopez. Esse menino é tão fofo que eu que nunca quis ser mãe de ninguém gostaria de ser mãe dele.

Até ano passado eu não fazia a menor idéia de quem era Shawn Mendes. Ídolo teen canadense para mim era o Justin Bieber ou a Avril Lavigne. Mas, em 2017, assistindo o Rock in Rio pela tv, o mesmo que me colocou na fase Red Hot Chili Peppers mais uma vez, vi esse menino fazendo um ótimo show ao vivo (não é fácil tocar para um público daquele tamanho). Não conhecia nenhuma música mas ele era tão simpático, carismático, e soube fazer o show tão bem que fui procurar saber quem era Shawn Mendes na fila do pão.

Shawn Mendes é um ídolo teen dos tempos modernos, da era das redes sociais, mas que mantém uma coisa meio old school quando toca ao vivo. Ele não tem apenas fãs, ele tem um exército, a Mendes Army.

Shawn é canadense, filho de um português e uma inglesa. Começou fazendo covers no Vine (ainda existe?) e no Youtube e chamou atenção dos caras da gravadora. Entendo totalmente os caras da gravadora, dá para ver o potencial do garoto de cara. Carisma não é qualquer um que tem e esse menino tem de sobra, além de ser um bom músico (é cantor e compositor).

Aos 16 anos ele gravou o primeiro disco (Handwritten), aos 17 o segundo (Illuminate) e esse ano, aos 20 anos, lançou o terceiro (Shawn Mendes).

Shawn Mendes é pop-rock com sentimento. Os hits dele são: Stitches, Treat You Better, Mercy, There's Nothing Holdin' Me Back, e do disco mais recente In My Blood e Lost in Japan. Todas grudam um pouco a sua cabeça, mas acho que a performance dele ao vivo dá um upgrade considerável nas músicas.

O hit do momento, In My Blood, é boa, é sobre ansiedade e deve ter muitos jovens se identificando com o que ele fala na letra. É uma música (teen) dramática.

Dá para ver que as músicas vão melhorando a cada disco, a voz dele ainda deve mudar um pouco (espero que para mais grave), ele ainda vai ter muitas experiências (dor de cotovelo é sempre uma ótima fonte para músicas boas) e aguardo Shawn Mendes experimentar com outros sons no futuro.

Hoje o Youtube me sugeriu (insistiu) o video dessa nova música Nervous. Assisti. Além de me dar vontade de invadir a tela e apertar as bochechas desse garoto fofo (momento Tia Karine) achei essa música ótima, um ritmo gostoso.

Vamos saber porque o Shawn Mendes está tão nervoso.

I saw you on a Sunday in a café
And all you did was look my way
And my heart started to race
And my hands started to shake
I heard you asked about me through a friend
My adrenaline kicked in
'Cause I've been asking about you too
And now we're out here in this room

E é uma música sobre uma paquera e um encontro. Pelo que entendi ele já está com ela em algum lugar mas começa contando onde a viu pela primeira vez. Foi num café quando ela deu uma olhadinha para ele (e quem não olharia?), o coração dele acelerou e as mãos tremeram. Aí ele se animou (haja adrenalina!) porque descobriu que ela estava buscando informações sobre ele com um amigo e vice versa.

E agora eles estão em um quarto. Juntos.

I get a little bit nervous around you
Get a little stressed out when I think about you
Get a little excited
Baby, when I think about you
Talk a little too much around you
Get a little self-conscious
When I think about you
Get a little excited
Baby, when I think about you

O refrão fofo dele confessando que fica um pouco nervoso perto dela. Que se estressa um pouco quando pensa nela. Pera aí, se estressa por que? É aquele friozinho bom na barriga Shawn, deixa de ser ansioso. Felizmente ele também fica animado quando pensa nela.

Fala demais quando ela está perto (quem nunca?), fica um pouco envergonhado mas também fica entusiasmado.

We walked in the rain
A couple blocks to your apartment
You told me to come inside
Caught me staring in your eyes
And I'm not usually like this
But I like what you're doing to me

Aí eles vão andando na chuva até o apartamento dela, ela convida para entrar e ele está fixando o olhar nela. "Não sou assim, mas gosto do que você está fazendo comigo." Ui. Ui. Ui.

I get a little bit nervous around you
Get a little stressed out when I think about you
Get a little excited
Baby, when I think about you
Talk a little too much around you
Get a little self-conscious
When I think about you
Get a little excited
Baby, when I think about you

E mais uma vez o refrão reconhecendo todos os sentimentos que ela provoca nele.

You got me acting like I've never done this before

Ele está tão nervoso que nem parece que já fez isso antes. Fofo.

I promise I'll be ready when I walk through the door

Mas estará pronto quando passar pela porta. Senti firmeza.

And I don't know why
no, I don't know why

I get a little bit nervous....

Ele não sabe porque fica tão nervoso....ahhhh, a gente sabe.

O video é simples e como Shawn Mendes é muito expressivo a cara dele diz tudo, fofo.





Shawn Mendes é tão querido que nem no programa das entrevistas com pimentas, com a boca queimando, ele deixa de ser educado.




20.8.18

Mamma Mia 2: Here We Go Again

Vi o primeiro filme no cinema umas 3 vezes. Uma das sessões dei a sorte de ir numa sessão fechada que era uma festa de aniversário e todos cantaram e dançaram com o filme, foi maravilhoso.

Claro que iria ver a continuação. E já vi duas vezes. Quem não gosta do ABBA?

Nesse segundo filme temos a Sophie que renovou o hotel da mãe e vai fazer uma festa de inauguração. A Donna morreu, mas Sam (Pierce Brosnan mais velho mas ainda canastrão charmoso) mora lá na ilha e ajudou na renovação.

Namorado da Sophie está em NYC e não vem para a festa, o pai Harry (Colin Firth) está ocupado com os negócios no Japão e pai Bill (Stellan Skarsgard) vai receber um prêmio na Suécia.

Mas as amigas de Donna, Rosie e Tanya (as ótimas Julie Walters e Christine Baranski) vão e essas duas animam qualquer festa.

Acontece que uma tempestade embola o meio de campo e a festa da Sophie fica prejudicada. Nada que Dancing Queen não resolva.

Entre as cenas no hotel atual temos os flashbacks de como Donna conheceu os três rapazes e foi parar naquela ilha da Grécia onde Sophie nasceu.

O elenco jovem é excelente, a Lily James que faz a jovem Donna pegou a essência da personagem maravilhosamente. Os três rapazes jovens enchem os olhos e as duas amigas da Donna mostram porque são tão divertidas.

Nesse filme tem músicas menos conhecidas do ABBA (I Kissed The Teacher, Angel Eyes), tem os hits que faltaram no primeiro filme (Knowing Me Knowing You, The Name of the Game) e algumas músicas repetidas do primeiro filme.

E tem Cher que aparece pouco mas vale cada minuto. Ela canta Fernando.

Aguardo alguém fazer outra sessão fechada para que todos possam cantar e dançar.

A Tia Helô iria gostar desse filme, é um filme família. 130 "Ai, Jesus!" para o mar azul da Grécia (que foi filmado na Croácia).


26.7.18

+Filmes

Missão Impossível Fallout

Se tem uma coisa que o Tom Cruise não faz é decepcionar quem gosta dos filmes dele, especialmente essa série do Missão Impossível. Ele faz por merecer cada centavo dos milhões que recebe especialmente nas cenas de ação. E vamos combinar que Tom Cruise preenche bem a tela do cinema.

Nesse sexto filme o Ethan Hunt tem que recuperar umas bolas de plutônio que ele deixou escapar e evitar que o vilão do MI:Rogue Nation (o filme 5) faça bombas atômicas explodir e matar 1/3 da população mundial.

Para isso a CIA se mete na história e diz que Ethan Hunt só pode seguir com a missão se levar um de seus agentes. Entra em cena o agente Walker feito pelo Henry Cavill, Superman himself, com um bigodão pornô anos 70. Achei Tom e Henry tiveram uma ótima química em cena, poderiam fazer mais filmes juntos.

Daí pra frente é muita ação e diversão. Simon Pegg continua engraçado, o Ving Rhames dá o tom paternal, Rebecca Ferguson chuta muitas bundas e Vanessa Kirby (a Princess Margaret de The Crown) não fica atrás.

Esse filme tem um pouco de cada um dos 5 filmes anteriores em alguma cena de ação, em um personagem ou na lembrança de um outro personagem. Tem até uma referência a outro filme do Tom Cruise numa cena entre Ethan e Walker.

As cenas de ação são espetaculares e faz toda diferença que tenha sido o Tom Cruise mesmo que as fez. E ele se dedica (se dedica tanto que até quebrou o pé no meio das filmagens). Saber que é ele que está ali, e não um dublê, faz da ponta da cadeira do cinema um lugar cativo. Tom Cruise pilota um helicóptero. Apenas. Tom Cruise até fala francês.

E é para ver no cinema, de preferência numa tela IMAX.

MI: Fallout é o filme pipoca do ano e é o melhor filme de ação do ano (até agora, mas acho difícil vir outro como esse).

A Tia Helô iria ver esse filme por entre os dedinhos das mãos. 618 "Ai, Jesus!" para as estripulias do menino Tom.

E se alguém quiser saber: O MI:4 (Ghost Nation) era o meu Missão Impossível favorito, até ver esse. Mas o melhor vilão da série ainda é o Philip Seymour Hoffmann do MI:3.


Homem Formiga e a Vespa

Continuando a saga de filmes da Marvel temos esse segundo do Homem Formiga, agora com a Vespa.

O Homem Formiga não estava no filme dos Vingadores contra Thanos porque ele estava preso em casa depois da confusão com a briguinha entre Capitão América e Homem de Ferro.

Scott Lang está lá no bem bom de casa, na sua rotina de tocar bateria, jogar bola na parede, ter visitas da filha, e trabalhar com seu amigo Luis (ótimooo!). Ele está brigado com Hope (a Vespa) e o Hank (pai dela) porque pegou a roupa do Homem Formiga emprestada sem avisar para acompanhar o Capitão América na briga do aeroporto. Acontece que Hpe e Hank precisam do Scott para encontrar a Mamãe Vespa que está presa no mundo quantico e para chegar lá precisam de alguns epquipamentos.

No meio do caminho surge a tal da Ghost que precisa do equipamento para poder se curar de um mal quantico que ela tem.

E ainda tem o vilão meia boca que vende os equipamentos e está lá para dificultar as coisas.

É divertido, é família, é bem feito e a Vespa é muito mais badass do que o Homem Formiga. Pronto falei.

A Tia Helô ia achar tudo muito fofo, até a formiga que toca bateria. 317 "Ai, Jesus!" para tanta variação de tamanho.


Isle of Dogs

O Wes Anderson tem uma estética que é facilmente reconhecida e seu estilo tem fãs. Gosto muito da estética dele, é linda de ver. Vide: Grande Hotel Budapeste, Os Excentricos Tenenbaums, Vida Aquatica de Steve Sissou, o fofo Moonrise Kingdom e The Darjeeling Limited.

Nesse filme ele fez uma animação stopmotion com uma história com cachorros e crianças. E a animação é LINDA de ver. E a forma de contar histórias é ressaltada de um jeito que acho que esse é o filme mais Wes Anderson do Wes Anderson.

É sobre cachorros e crianças. A história passa num Japão no futuro onde os cachorros tem uma espécie de gripe canina e são isolados numa ilha de lixo, literalmente de lixo. Um dia o menino Atari consegue voar até a ilha e vai procurar seu cãozinho de estimação que foi banido. Atari é ajudado por outros cachorros, enquanto que no Japão o responsável pelo menino (ele era orfão) organiza uma equipe para tirar o menino da ilha. Ao mesmo tempo que isso acontece tem um cientista que estuda a cura da doença dos cachorros mas os governantes responsáveis não querem os cachorros de volta. É uma fábula para adultos.

Confesso que achei a animação mais interessante que a história.

A Tia Helô iria achar tudo muito bonitinho. 12 "Ai, Jesus!" só para a ilha de lixo, como o ser humano é imundo.

15.7.18

Copa do Mundo 2018: fim

E acabou a Copa 2018. No início não estava empolgada mas aí é só começar aquele batalhão de jogos na primeira rodada que a animação vem junto. Vi quase todos so jogos, assisti mesa redonda, escutei podcasts, muitas mensagens nos grupos do whatsapp, o twitter é o melhor lugar para acompanhar qualquer evento, e ainda teve uma interação bacana no snapchat.

O Brasil não conseguiu o hexa mas ficou em sexto lugar nessa copa. Foi número 6 de qualquer jeito.

A disputa do terceiro lugar foi um jogo quase melancólico entre Bélgica e Inglaterra e os belgas ganharam de 2 x 0. Os ingleses tem um time jovem e quem sabe na próxima Copa.

A final entre França x Croácia foi muito boa. Os croatas se dedicaram muito e atacaram muito mas a sorte estava do lado dos franceses. Foi uma final com 6 gols, 4 x 2 para França. Teve participação do VAR dando penalti, teve falta duvidosa, teve gol contra, teve golaço, teve falha do goleiro, teve invasão de campo de grupo punk feminista russo, ou seja, acho que esse foi o jogo mais animado da copa.

Parabéns aos franceses. Time jovem que pode vir com força, outra vez, na próxima Copa.

A presidente da Croácia fez sucesso abraçando todos os árbitros e jogadores embaixo de chuva.

A festa de encerramento foi uma das coisas mais cafonas que vi na TV nos últimos tempos. Colocaram Will Smith e mais 2 artistas para cantar a péssima música da Copa desse ano. Todos com saudades da Waka Waka da Shakira (de 2010). O Ronaldinho Gaúcho apareceu para tocar tambor e dar ritmo a festa, fez mais sucesso do que o Will Smith. E no fim teve até uma homenagem ao Neymar.




Os russos poderiam encerrar essa copa só com o ursinho Mischa chorando que ninguém iria reclamar.



Agora só em novembro de 2022 no Qatar. Até lá, modo Copa do Mundo desligado.

14.7.18

+Séries

Começando com séries novas que apareceram.

Sharp Objects (Objetos Cortantes)- Série da HBO baseada do livro de mesmo nome da Gillian Flynn, mesma autora do ótimo Garota Exemplar (o filme também é muito bom). Não li Sharp Objects mas já gostei do primeiro episódio, fiquei curiosa e verei o resto. É sobre uma série de crimes que acontecem na pequena cidade de Wind Gap e a Camille (Amy Adams) é uma jornalista escalada para investigar os acontecimentos. Camille é dessa cidadezinha, conhece todos os locais, e ela tem um fígado prá lá de resistente.

Samantha - Série nacional da Netflix. É sobre uma mulher que na infância foi atriz e apresentadora mirim nos anos 1980 e até hoje vive (mais ou menos) dessa fama. Qualquer pessoa que tenha vivido a década de 80 ou pelo menos saiba que foi o Balão Mágico vai dar muitas risadas dessa série. Fora isso, é bem feita e abordam assuntos atuais muito bem (o episódio da blogueira de instagram é ótimo!).

Yellowstone - Um western moderno que também é um novelão. É sobre uma família dona de muitas terras e gado que ficam no limite de uma reserva indígena. Yellowstone é o rancho da família Dutton e eles são poderosos. O pai é o Kevin Costner e é uma família cheia de conflitos. O roteirista e criador dessa série é o Taylor Sheridan e ele entende de westerns modernos, é dele: Sicario (os dois), Wind River e Hell or High Water, todos ótimos.


Das séries que já estão por aí.

GLOW - É sobre lutadoras. A primeira temporada é muito boa e essa segunda continuou muito boa. Agora o grupo das lutadoras tem que tentar manter seu programa no ar. E esse grupo é ótimo.

Handmaid's Tale - Essa segunda temporada me cansou. Ritmo lento demais, um vai e vem da June na casa dos Waterford, ela dizendo o tempo todo que vai se vingar e fuén, muita tortura, algumas cenas memoráveis (em termos de fotografia) e haja sofrimento. Os últimos episódios trouxeram algumas novidades mas minha curiosidade para o próxima temporada é mínima.

Westworld - Na segunda temporada algumas perguntas foram respondidas, mas o vai e vem no tempo as vezes é desnecessário. Gostei muito do episódio Lost na escotilha, do episódio no mundo samurai e do episódio do índio. As questões sobre inteligência artificial continuam e vamos ver como essas máquinas dominam o mundo, né Exterminador do Futuro?

The Americans - Chegou ao fim essa série sobre os espiões russos infiltrados no american way of life. E foi uma última temporada muito digna. Philip e Elizabeth tiveram vários contratempos mas juntos sempre resolvem. A tensão foi até o último minuto. E palmas para a trilha sonora.

11.7.18

Semifinais

Está chegando ao fim.

França 1 x 0 Bélgica - França jogou melhor. Apesar do belga Hazard ter tentado muito e do goleirão belga ter feito ótimas defesas, não deu para os Red Devils.

Croácia 2 x 1 Inglaterra - A Inglaterra saiu na frente mas deu uma dormida e a Croácia acordou para o jogo. Empataram e teve prorrogação. A Croácia atacou mais e fez o gol.
No primeiro post que escrevi sobre a Copa 2018 disse que queria ver se a Inglaterra ia mais longe dessa vez, e foi, chegou na semifinal e agora vai disputar terceiro lugar com a Bélgica. Também disse que gostaria que uma seleção inédita ganhando a Copa e a Croácia agora terá a chance contra a França.

Não estava querendo falar da maldição do pé frio do Mick Jagger, até teve treta do filho brasileiro e sua mãe com o Galvão Bueno via instagram e twitter, mas pelo jeito as estatísticas provam que ter Mick no estádio não é um bom sinal.




A final Croácia x França é domingo.

10.7.18

+ Filmes

Hereditário

Um filme tenso, que dá medo mesmo.

A história é sobre uma família e começa com o funeral de uma senhora onde descobrimos que sua filha não sabia muito coisa da vida da mãe. A Toni Collete faz a filha, ela é casada com o Gabriel Byrne e eles tem 2 filhos. O menino tem uns 17 anos e a garotinha 13 anos e algum problema que nunca é mencionado.

A personagem da Toni Collete começa a ver algumas coisas pela casa, sente o baque da perda de um familiar e passa a frequentar reuniões para desabafar. Ficamos sabendo do histórico de doenças mentais na sua família e mais não conto.

Esse filme não tem susto fácil e nos deixa tensos o tempo todo. As vezes é um filme de drama familiar (dos bons) e as vezes é puro terror. É muito bem feito. Não sei se veria outra vez mas acho que vale a pena ver uma vez. Para quem gosta do gênero.

A Tia Helô iria se acabar no "Ai, Jesus!" até ficar rouca. Pelo menos 917.


Disobedience

Ronit recebe a notícia que seu pai morreu e ela volta para Londres para as cerimônias de luto. O pai dela era o rabino de uma comunidade de judeus ortodoxos. Ronit tinha saído da comunidade há alguns anos procurando uma vida de mais liberdade.

Ao voltar ela é acolhida por Dovid, o aprendiz de seu pai, e Esti, esposa de Dovid e amiga de infância de Ronit.
Acontece que Ronit e Esti eram um pouco mais do que apenas boas amigas e esse foi um dos motivos pelo qual Ronit foi embora.

Ronit etende as imposições da religião mas não as aceita e tinha conflitos com seu pai. Na sua volta ela tenta fazer as pazes com a comunidade participando das homenagens a seu pai.

Esti conseguiu se adaptar a vida na comunidade e casou com Dovid mas o retorno de Ronit atiçou algumas vontades adormecidas.

É um filme lento, sem trilha sonora, mas é bom.

A Tia Helô diria 421 "Ai, Jesus!" nas cenas de exploração nas fronteiras entre fé e sexualidade.

8.7.18

Quartas

Está acabando. Falta só semifinais e a final.

França 2 x 0 Uruguai. A França veio para o jogo e nas oportunidades que teve fez os gols. A defesa do Uruguai era muito boa (menos o goleiro que fez um frangão com mão de alface) mas o ataque nem tanto. O Cavani fez falta (se machucou no jogo anterior) e a França é semifinalista.

Bélgica 2 x 1 Brasil. Achei que esse foi um dos melhores jogos do Brasil nessa Copa mas as coisas não davam certo na finalização. Os Belgas fizeram o trabalho direitinho apesar de uma defesa com alguns furos. O Brasil chegava mas o gol não saia. Só conseguiu fazer um gol. O goleiro belga Courtois está de parabéns, fez cada defesa maravilhosa. E a Bélgica aproveitou as oportunidades e fez dois gols.

Inglaterra 2 x 0 Suécia - Olha o time da Rainha Elizabeth e do Nick na semifinal! A Inglaterra jogou bem, atacou o tempo todo e perdeu inúmeros gols (vamos melhorar essa mira aí ingleses!). A Suécia chegou poucas vezes no gol mas quando chegou só não fez gol porque o goleiro Pickford fez defesas maravilhosas.



Croácia 2 x 2 Russia (4x3 nos penaltis) - Só vi o primeiro tempo desse jogo que terminou empatado em 1x1, mas escutei os gritos de gol quando a Croácia fez o segundo e os gritos mais altos ainda quando a Russia empatou no fim da prorrogação. Haja emoção. Os penaltis consegui ver de longe na TV do bar do lado. Croácia na semifinal.

E assim a Copa do Mundo virou EuroCopa. Teremos o clássico Bélgica x França na terça e o não tão clássico Inglaterra x Croácia na quarta.

Até lá a gente fica vendo mesa redonda, videos da copa e escutando podcasts.


4.7.18

Reunion

Esse ano a turma que estudei na Escola Americana fez 30 anos da formatura do high school. Eu não me formei com essa turma porque só estudei com eles da 5ª a 8ª série. Terminei o middle school com eles mas, antes de começar o high school, fui para uma escola brasileira para terminar o que na época chamava de científico. Saí da Escola Americana para uma brasileira para me preparar melhor para o vestibular. Os sistemas de ensino são diferentes e as prioridades também.


O pessoal que organizou a reunion resolveu chamar todas as pessoas que passaram pela turma, nem que tenha sido só um ano. A Escola Americana do Rio de Janeiro (EARJ para facilitar) é uma escola onde muitos filhos de expatriados estudam enquanto seus pais trabalham no Rio. Tem muitos alunos brasileiros, e muitos que estudavam lá desde o jardim de infância, mas a maioria é de estrangeiros.

Como é uma escola em que os horários de atividades escolares vão até a tarde, todos nós passavamos quase que o dia inteiro na escola, porque tinha muitas atividades extra curriculares. Eu participava de quase todos os time de esportes. Então a vida era na escola e mesmo que alguém tenha passado só um ano lá tem muitas lembranças. No meu caso foram 4 anos.

Confesso que não me lembrava de muitas pessoas mas tenho um yearbook de 1983 (quando estavamos na 7ª série) que eu recorri algumas vezes para ver se lembrava de alguns nomes na lista de pessoas que vinham para a reunion.

símbolo da escola

A reunion teve vários eventos: teve fim de tarde num quiosque na praia, teve churrascaria, alguns foram para um resort e teve o brunch na escola que foi a melhor parte.

Eu não ia nessa escola há mais de 30 anos (saí de lá em 1984). A estrutura combinada com o terreno é uma coisa maravilhosa. São 8 prédios hexagonais de 3 a 4 andares, sem paredes fixas na parte interna que permite uma variedade na organização do espaço. Podem ser: salas de aula, escritórios, bibliotecas, laboratórios, etc. A EARJ tem 80 anos, esse campus foi construído na década de 70 e antes disso a escola ficava no Leblon. Hoje os alunos estão divididos entre esse campus da Gávea e o novo que é na Barra da Tijuca.


Os prédios ficam num terreno que é uma floresta. A área verde é incrível, e a vista do alto do último andar do prédio do high school é belíssima.

vista do high school

A maior parte da escola continua igual, é uma escola grande, com campo de futebol, 3 quadras, refeitório, tinha uma piscina mas não tem mais. A mudança que mais notei é um sinal dos tempos: as portas sanfonadas que eram abertas para fora foram substituidas por paredes e janelas de vidro a prova de balas. E agora é tudo no ar condicionado.


Estudar nessa escola foi um privilégio, pela estrutura, pela educação e pela variedade cultural dos colegas.


A escola organizou um brunch em uma das bibliotecas, espalhou yearbooks de vários anos para a gente ver, colocaram um telão no auditório para vermos o jogo Brasil x México, e fizeram um tour pela escola.


Tiramos fotos, lembramos de histórias, e nem parecia que tinha passado tanto tempo.

A memória é uma coisa engraçada, antes de chegar na escola me lembrava de poucas coisas, mas entrando lá pipocaram lembranças que eu não tinha há anos. Pessoas que eu achava que não ia reconhecer foi só olhar ao vivo que sabia quem era, e o mesmo acontecia comigo. Escutei muito "Ahhh agora eu lembro de você!" ou "A sua cara é a mesma!".


Claro que alguns colegas mantiveram contato ao longo dos anos mas acho que era só um grupo pequeno, a maioria realmente não se via há pelo menos 30 anos.

E agora temos um grupo de whatsapp para manter contato.

3.7.18

Oitavas

Agora é a fase do perdeu está fora.

França 4 x 3 Argentina. Não vi o primeiro tempo desse jogo e quando entrei em casa a França fez seu terceiro gol. Logo depois fez o quarto. A França finalmente jogou o futebol prometido desde o início da Copa. A Argentina não desiste nunca e fez o terceiro gol nos acréscimos mas não conseguiu empatar. Tchau Argentina, a Copa pede a melhor torcida e Messi não joga mais.

Uruguai 2 x 1 Portugal. Uruguai conseguiu marcar Cristiano Ronaldo muito bem e os portugueses só conseguiram fazer um gol, e foi o Pepe. No fim do jogo Portugal tentou muito mas não deu para eles. O Cavani fez os dois gol do Uruguai e saiu mancando, mas passou para as quartas.

Messi e CR7 fora da copa no mesmo dia.

(O Cristiano Ronaldo até ajudou o Cavani a sair de campo quando ele foi substituído. Fair play ou "sai logo amigo que preciso tentar um gol"?)




Russia 1 x 1 Espanha (4x3 nos penaltis). Sim, esse jogo foi para os penaltis. A Espanha fez um gol, a Russia empatou com gol de penalti depois que o Pique fez um bloqueio triplo na pequena área, e depois disso foi Zzzzzzzz até os penaltis.

Croácia 1 x 1 Dinamarca (3x2 nos penaltis). Outro jogo que foi para os penaltis. Não vi esse jogo inteiro, mas vi o início, desliguei a TV e quando cheguei na portaria estava 1 x 0 pra Dinamarca. Logo depois antes de pegar o taxi a Croácia já tinha empatado. Depois vi quando a Croácia perdeu um penalti (ou o goleiro dinamarques pegou) na prorrogação e vi a disputa de penaltis mais bizarra com os goleiros on fire pegando tudo. O goleiro croata pegou mais e eles passaram de fase.

Brasil 2 x 0 México. Os mexicanos começaram bem, mas logo depois o Brasil se organizou e a coisa começou funcionar. O primeiro gol foi no início do segundo tempo e depois fizeram o segundo gol para garantir.  Os mexicanos estavam provocando muito o Neymar e até utilizavam táticas nada fair play mas o Neymar gosta tanto de valorizar (ou exargerar) que mesmo ele tendo razão fica ridículo. Depois daquele drama com o pisão sonso do mexicano eu achava que o Neymar ia sair de maca, mas em 2 minutos ele já estava correndo em campo. Apesar dessa palhaçada neymarense o time está jogando e passou de fase.

Bélgica 3 x 2 Japão. Infelizmente não vi esse jogo.  Japão fez 2 gols enquanto eu esperava com os amigos para subir no bondinho do Pão de Açúcar. Quando chegamos lá no alto a Bélgica já tinha empatado. E logo depois virou. Deve ter sido um jogaço. Será que estamos preparados para os belgas?

Suécia 1 x 0 Suíça. Que jogo chato. Dormi umas três vezes no meio e a Suécia passou de fase. Pelo menos ainda temos vikings na competição.



Inglaterra 1 x 1 Colombia (4x3 nos penaltis). Primeiro tempo sem grandes acontecimentos mas a Inglaterra jogou bem melhor. No segundo tempo fizeram um penalti no Harry Kane e ele fez o gol. Logo depois disso a Inglaterra foi mais defesa do que ataque e nos 47 minutos do segundo tempo a Colombia empatou. A coisa ficou tensa e na prorrogação a Colombia dominou. Mas nos penaltis a Inglaterra levou a melhor. Ufa! Se pudesse colocaria Harry Kane para bater todos os penaltis.




Agora teremos dois dias sem jogos para a tristeza de muitos. Na sexta já tem quartas de final.

29.6.18

Terceira rodada

A terceira rodada da primeira fase é aquela que tem 2 jogos ao mesmo tempo e ou seu controle remoto fica sem pilhas ou você assiste na TV e no celular/computador/tablet.

Grupo A
Uruguai 3 x 0 Russia - Uruguai mostrando pra Russia que nada na Copa é tão fácil assim. Passam os dois, Uruguai em primeiro e Russia em segundo no grupo.
Arábia Saudita 2 x 1 Egito - não vi esse jogo mas não importava mesmo porque os dois já estavam eliminados.

Grupo B
Esses dois jogos foram bons e era dificil escolher um para assistir.
Espanha 2 x 2 Marrocos - Marrocos chegou a fazer 2 x 1 e a Espanha no finalzinho com ajuda do VAR conseguiu empatar.
Portugal 1 x 1 Irã - Portugal fez o primeiro gol e não foi o Cristiano Ronaldo, foi o Quaresma. Aí teve um penalti para Portugal mas o goleiro iraniano conseguiu defender o chute do Cristiano Ronaldo. No finalzinho do segundo tempo o Irã teve um penalti a seu favor, também com ajuda do VAR (e como o VAR trabalhou nesses dois jogos), e empatou. Quase que o Irã vira mas erraram a jogada. Assim passa Espanha e Portugal para as oitavas.

melhor tweet desse jogo:



Grupo C
França 0 x 0 Dinamarca - Primeiro 0 x 0 nessa Copa, jogo de comadres e os dois passam para a próxima fase. A França ainda não mostrou ao que veio, aguardamos.


Peru 2 x 0 Australia - O Peru saiu com vitória da Copa e os australianos estavam com o leite aguado, nem teve gol de penalti do hipster.

Grupo D
Argentina 2 x 1 Nigéria - Um jogo dramático como um tango. A Argentina saiu na frente, a Nigéria empatou com um penalti e no fim do jogo a Argentina conseguiu fazer o segundo. Imagina o drama protenho e nigeriano. Uma vitória classificava quem vencesse, um empate dava Nigéria. Maradona levantou, pulou, dormiu, acordou e no fim até passou mal de tanta emoção.
Croácia 2 x 1 Islandia - Não vi esse jogo por motivo de: o outro estava mais interessante, mas a Islandia foi a única seleção do grupo a fazer gol na Croácia. Classificados: Croácia e Argentina.

Grupo E
Brasil 2 x 0 Servia - Foi até um jogo corrida sem muitas paradas porque o Neymar deve ter lido as críticas e parou de cair muito. Caiu, mas bem menos. Tanto que o jogo fluiu e o Brasil fez 2 gols.

ballet com bola

Suíça 2 x 2 Costa Rica
- Não vi esse jogo, mas a Suíça passou para as oitavas.

Grupo F
Coreia do Sul 2 x 0 Alemanha - Tchau Alemanha. Jogou mal, a Coreia mesmo eliminada foi atrás de jogo e achou 2 gols no fim do segundo tempo. Coreanos comemoraram como Panamenhos.
Suécia 3 x 0 México - O México teve que fazer muita mandinga para a Alemanha não fazer gol porque com esse resultado eles corriam perigo de nem passar de fase mesmo tendo vencido dois jogos. Mas deu certo para eles e para as oitavas passam México e Suécia.


Grupo G
Bélgica 1 x 0 Inglaterra - Um jogo que parecia que ninguém queria ganhar, já que ambos estavam classificados. A Inglaterra até tentou fazer gol mas sem muita vontade e a Bélgica foi lá e fez o dela.
Tunísia 2 x 1 Panamá - Não vi esse jogo mas estava torcendo para o Panamá e eles marcaram primeiro, mas a Tunísia pelo jeito conseguiu virar.

Grupo H
Polônia 1 x 0 Japão - Não vi esse jogo mas o Japão se classificou mesmo perdendo, foi pelo número de cartões amarelos - tinha menos do que Senegal.
Colombia 1 x 0 Senegal - O Senegal só precisava do empate mas não conseguiram, uma pena porque era a seleção mais animada da Copa. Mas os Colombianos foram lá e resolveram, seguem na competição.

E vamos para as oitavas de final.

24.6.18

Fim da segundada rodada

Brasil 2 x 0 Costa Rica - um jogo que deixou a torcida tensa até os 45 do segundo tempo. Nos últimos minutos e acréscimos o Brasil fez 2 gols. Jogo amarrado, a Costa Rica se defendendo, Brasil perdendo gols e o Neymar fazendo seu drama. Foi tanto drama que teve penalti anulado. O Neymar é bom jogador, mas ele tem que lembrar que não joga sozinho e o time precisa dele. O problema é que ele prefere levar vantagem cavando falta o tempo todo. Isso irrita muita gente e não engana mais ninguém. Neymar, vai com a bola no pé que dá certo.

Nigéria 2 x 0 Islandia - A Nigéria achou seu jogo, fez 2 gols (um deles golaço) e a Islândia descobriu o que é jogar em uma copa.

Suíça 2 x 1 Sérvia - A Sérvia tem um seleção de jogadores com cara de lutadores de MMA, mas bateu menos que o esperado. Sérvios sairam na frente mas a Suíça conseguiu virar o jogo. O Brasil pega a Sérvia na próxima rodada.

Bélgica 5 x 2 Tunísia - Até agora esse foi o melhor jogo da Copa. A Bélgica está mostrando que veio para ganhar mas a Tunísia também mostrou jogo. Foi lá e ca, com esse tanto de gols.

México 2 x 1 Coréia do Sul - Os coreanos estavam batendo mais que time argentino mas o México conseguiu ganhar e se classificar para as oitavas. A Coréia fez um golaço nos acréscimos mas foi só.

Alemanha 2 x 1 Suécia - A Suécia começou com um gol, teve penalti não marcado e a Alemanha foi para o segundo tempo na pressão. A Alemanha teve um jogador expulso e ficou com 10 em campo. Mas os alemães são concentrados e eficientes. Empataram e no finalzinho viraram.

Inglaterra 6 x 1 Panamá - Essa é a primeira Copa do Panamá e conseguiram fazer seu primeiro gol na competição. A torcida comemorou como se eles tivessem feito os 6. Harry Kane fez 3 gols nesse jogo e até agora é o artilheiro da Copa. Ingleses se animando com a Copa e vão decidir a liderança do grupo com a Bélgica.

Senegal 2 x 2 Japão - Só vi o primeiro tempo desse jogo, quando voltei assistir no fim do segundo tempo já estava 2 x 2. Jogo assim é sempre divertido (quando não é seu time).

Colombia 3 x 0 Polonia - Outro jogo que só vi o primeiro tempo e metade do segundo. A Colombia finalmente veio pro jogo e com esse resultado ainda tem chance de passar de fase.

E vamos para a 3a rodada da primeira fase da Copa. Dedinhos cruzados.

21.6.18

Fim da primeira rodada.

Vamos ver o que aconteceu na Copa do Mundo da Russia de domingo até hoje.

A primeira rodada terminou assim:

Suécia 1 x 0 Coréia do Sul (esse é o grupo da Alemanha e México. Os coreanos correram muito mas não adiantou muito.)
Bélgica 3 x 0 Panamá (Os Red Devils vieram com tudo. O Panama em sua primeira copa não fez feio mas não deu para eles)
Inglaterra 2 x 1 Tunisia (Os ingleses tem um novo ídolo: Harry Kane. Ele fez o segundo gol nos acrécimos do segundo tempo.)
Japão 2 x 1 Colombia (O jogador colombiano meteu a mão na bola na pequena área nos primeiros 2 minutos de jogo e, além do penalti para o Japão, a Colombia ficou com um jogador a menos. Conseguiram empatar mas o Japão com um a mais fez outro gol)
Senegal 2 x 1 Polonia. (Gostei da seleção do Senegal, se continuar assim vai ser ótimo.)

Aperta aqui o botão do Senegal.

A segunda rodada dos grupos começou assim:

Russia 3 x 1 Egito (Os russos estão que estão. Uma fábrica de gols. O Egito jogou ok, o Salah fez o gol dele de penalti mas não foi suficiente, em teoria o Egito já está fora da Copa.)
Portugal 1 x 0 Marrocos (Cristiano Ronaldo está muito a fim de ganhar essa Copa e carrega Portugal nas costas. Ele fez o gol logo nos 4 minutos do primeiro tempo e depois Portugal teve que se virar para segurar o Marrocos. E os marroquinos não viraram esse jogo por pouco porque foram muitos ataques. No fim Marrocos está fora da Copa mas ainda joga contra a Espanha.)
Uruguai 1 x 0 Arabia Saudita (O Suarez fez um gol e foi isso até o fim. Uruguai vai decidir com a Russia a liderança do grupo.)
Espanha 1 x 0 Irã (o Irã escolheu jogar na defesa, mais da metade do jogo foi só Espanha atacando. Num lance de sorte a Espanha fez um gol, de canela, e o Irã teve que correr a trás mas não conseguiu. Esse grupo está meio embolado e só vai decidir na última rodada)
Australia 1 x 1 Dinamarca (A Dinamarca marcou primeiro e depois o arbritro de video deu um penalti para a Australia e o hipster foi lá e marcou outra vez.)
França 1 x 0 Peru - (Jogo mais ou menos, mas a França se classificou para próxima fase e o Peru está fora. Da Copa.)
Croácia 3 x 0 Argentina - (Resumindo: A Argentina não jogou nada e não aguentou o jogo pesado dos croatas. Messi mais do que apagado, o goleiro argentino vacilou e a Croácia aproveitou a oportunidade. A Argentina vai depender do resultado de Islandia x Nigéria.)

Amanhã tem Brasil outra vez.

17.6.18

E lá vamos nós...

Essa copa já está mostrando que pode ser diferente. Dos times campeões em outras copas só a França e Uruguai ganharam seus jogos de estréia, e não foi fácil. A Inglaterra ainda vai jogar.

A Argentina empatou.  Espanha empatou. A Alemanha perdeu para o México de 1x0 num jogo que deixou a torcida mexicana extasiada.

E o Brasil... bem, o Brasil empatou com a Suíça num jogo bem morno. Começou bem com o golaço do Phillippe Coutinho, mas depois vacilou de um jeito que pelo menos 7 jogadores ficaram olhando dentro da pequena área enquanto o Suíço subia para cabecear e empatar o jogo.



Foi isso. Esse jogo serviu para eu finalmente conhecer todos os jogadores da seleção além do Neymar. Acho que podem jogar muito melhor e empate não é ruim, é melhor do que perder.

Os outros dois times no grupo do Brasil também jogaram hoje: Sérvia x Costa Rica. A Sérvia ganhou e saiu na frente do grupo, o time deles é forte no sentido de homens grandes e fortes mesmo. Quanto ao jogo...meh. Mas é da Sérvia o jogador mais bonito do dia, o cabeludo Prijovic.