18.12.12

Analisando a música: Heroes (David Bowie)

Essa semana assisti As Vantagens de ser Invisível (The Perks of Being a Wallflower), um ótimo filme sobre a juventude, amigos, traumas, esperança e amor. Posso até arriscar dizer que é o Clube dos Cinco para essa geração, um candidato a clássico que será assistido muitas vezes e analisado.

O filme se passa nos anos 1980/1990 e Charlie e seus amigos escutam de The Smiths até Air Supply. São os alternativos da escola. Sabem de cor as música de The Rocky Horror Show, fazem mixtapes (em fitas mesmo) de fossa, conhecem os Beatles, MAS nunca tinham ouvido David Bowie. Oi? Exatamente.

David Bowie é um gênio. Se vocês acham que a Madonna é vanguarda é só escutar um album dele e ver que ele estava muito a frente do seu tempo. David Bowie não é conhecido como camaleão a toa, ele já foi do rock psicodélico ao glam, sem falar nas mudanças de visuais. A carreira dele é longa, iniciada em 1967, são muitas músicas fantásticas e muitas parcerias (Queen, Mick Jagger, Placebo, etc), tem assunto para vários posts, tão bom que nem consigo escolher só uma música favorita.

Heroes é da fase em que David Bowie passou um tempo em Berlim. Dizem que ele foi para lá para se recuperar de toda loucura dos tours, da fama, e iniciou um momento mais minimalista. (Se bobear foi ele que levou a loucura para Berlim. #justsaying) A música é do album Heroes de 1977 e foi composta junto com o Brian Eno. O Brian Eno começou a carreira fazendo parte da Roxy Music e depois virou produtor (produziu 7 albuns do U2, inclusive o Achtung, Baby que também foi gravado em Berlim, mas isso é outra história).

Todos amam Berlim.

Heroes é sobre um casal que se encontrava embaixo de uma das torres do muro (que naquela época ainda estava de pé). Há pouco tempo (em 2003) o David Bowie disse que a música foi inspirada pelos encontros 'escondidos' do produtor do album com sua amante que ele via da janela do estúdio.

É uma música romantica e melancólica. E agora provavelmente será um hino para uma geração (assim como Don't You Forget About Me, mas isso também é outra história).

Também acho que é sobre um momento especial e catártico que, apesar de todas as chances contra, que tudo depois pode dar errado, é um desafio e provoca um desejo de que seja eterno, enquanto dure.

I, I wish I could swim
Like the dolphins
The dolphins can swim

Todos nós gostariamos de nadar como e com golfinhos. Quem nunca? Deslizar na água e dar aqueles saltos. É liberdade, simplicidade e leveza.

Though nothing, nothing will keep us together
We can beat them forever and ever
Oh, we can be heroes just for one day

"Nada está a favor, nada nos manterá juntos (pode ser por vários fatores), mas podemos vencer, sempre. Podemos ser heróis por um dia." A vontade de estar junto é maior, o momento é único, então vai acontecer.

I, I will be King
And you, you will be Queen
Though nothing will drive them away
We can be heroes just for one day
We can be us just for one day

"Rei e Rainha. Mesmo que nada afasta "eles", podemos ser heróis por um dia. Podemos ser 'nós' por um dia."
Realeza, heróis, tudo muito bacana, mas bonito mesmo, e íntimo, é querer ser só um simples nós.

I, I can remember
Standing by the wall
And the guns, shot above our heads
And we kissed as though nothing could fall

Essa parte descreve o casal encostado no muro embaixo da torre onde ficavam os guardas e se beijavam como se nada fosse os abalar. Delícia!

And the shame was on the other side
Oh, we can beat them, forever and ever
Then we could be heroes just for one day

A vergonha está do outro lado, que pode ser literalmente do outro lado do muro (o lado oriental no caso), ou nos outros que os condenam moralmente (afinal, são amantes proíbidos), ou em qualquer um que não aceita, ou são eles deixando os próprios preconceitos e/ou limitações de lado. São corajosos e podem vencer, sempre. E serão heróis, só por um dia.

We can be heroes, just for one day

Porque o importante é se sentir infinito, mesmo que seja por um dia.



Heroes também está na trilha sonora de: Cristiane F., The Replacements (que tem uma trilha sonora ótima e tem o Keanu Reeves), Godzilla (cantada pelos Wallflowers), Moulin Rouge (no medley do elefante), Antitrust, e alguns outros. E óbvio que já foi feita em Glee.

6 comentários:

  1. Anônimo12:43 AM

    Análise perfeita. Heroes também está na trilha sonora do filme Praia do Futuro.

    ResponderExcluir
  2. @anonimo,

    verdade, está em praia do futuro. :)

    ResponderExcluir
  3. Anônimo4:01 PM

    Também está no comecinho do filme Amaldiçoado. :)

    ResponderExcluir
  4. Anônimo6:00 PM

    Essa msc é perfeeeeeeeeeeeeeeeita! <3

    ResponderExcluir
  5. Anônimo6:01 PM

    Essa msc é perfeeeeeeeeeeeeeeeita! <3

    ResponderExcluir
  6. Acredito Q também tem a ver com heroína, ser um herói apenas por um dia sem a droga

    ResponderExcluir