29.4.18

Analisando a música: Dreams (Fleetwood Mac)

Essa semana escutei essa música em alguns lugares (inclusive na minha playlist) e resolvi finalmente fazer um analisando a música de uma das músicas de um dos melhores discos ever.

Poderia ter escolhido qualquer uma das 11 músicas do Rumours, obra prima do Fleetwood Mac, lançado em 1977. Confesso que fiquei entre The Chain (que tocou em vários filmes ano passado), Go Your Own Way, Don't Stop e Dreams. Mesmo depois de 40 anos, essas músicas continuam atuais, se tocar para uma pessoa mais nova, que não conhece, não vai saber dizer de que época é.

Escolhi Dreams porque é a mais conhecida e resume bem o tema principal do disco que é: fim de relacionamento.

E sabemos que um coração partido rende ótimas músicas e albuns inteiros como Rumours e o 21 da Adele.

Os integrantes da banda Fleetwood Mac na época desse disco eram: Stevie Nicks (vocal), Lindsay Buckingham (guitarra e vocal), Christine McVie (vocal e teclados), Mick Fleetwood (bateria) e John McVie (baixo).

John e Christine eram casados e Stevie Nicks e Lindsay Buckingham namoravam.

Com o sucesso do disco anterior, Fleetwood Mac de 1975, a bruxa ficou solta e esses relacionamentos se acabaram, mas felizmente o relacionamento musical continuou e gravaram Rumours. Aliás o título do disco vem de todo mundo especulando o que estava acontecendo com a banda.

Por isso a temática fim de relacionamento, que acho que foi mais espontânea do que intencional.

Dreams foi composta pela Stevie Nicks para o Lindsey Buckingham onde ela ressalta que ele queria sua liberdade mas que na solidão tem que viver com a idéia do que ele tinha e do que ele perdeu (já me adiantando na análise).

E como diz o cara desse video que analisa a parte melódica da música: "É uma reviravolta do destino que essa música fez tanto sucesso que ele passou os próximos 40 anos cantando nos shows." PAH!

No mesmo disco tem a ótima Go Your Own Way que ele compôs para ela, mas isso é outra história.

Vamos saber o que Stevie tem a dizer sobre esse babado. A voz dela é ótima.

Now here you go again, you say
You want your freedom
Well, who am I to keep you down
It's only right that you should
Play the way you feel it
But listen carefully to the sound
Of your loneliness
Like a heartbeat drives you mad
In the stillness of remembering what you had
And what you lost, and what you had, and what you lost

Temos uma DR musical e poética. Como apontei antes, ela diz que ele quer sua liberdade e "Quem sou eu para te segurar?'. Ela continua dizendo que é certo que ele faça o que sente (e aqui tem um jogo de palavras com play que pode ser: tocar um instrumento, brincar ou jogar) MAS "Presta muita atenção ao som da sua solidão.".

Gente, "escute com atenção o som da sua solidão" é bom demais! E o som da solidão é como? É como um batimento cardíaco que te deixa louco. Nesse momento da música, quando ela fala "heartbeat" tem uma batida mais forte da bateria (daquele tambor que fica no pé). E nessa quietude, escutando o som da solidão, é o momento dele lembrar o que perdeu e o que tinha (e repetir essas lembranças num loop).

Isso, amigos, é um tapa na cara poético.

Thunder only happens when it's raining
Players only love you when they're playing
Say women they will come and they will go
when the rain washes you clean, you'll know, you'll know

"Trovão só acontece quando chove", não é verdade, tem trovão sem chuva, mas essa metáfora é boa para indicar que se já está ruim, pode piorar.
Jogadores só te amam quando estão jogando OU Músicos só te amam quando estão tocando.
"Olha, querido, mulheres vão e vem, mas quando a chuva te lavar você vai saber." É ela avisando que depois que tudo passar ele vai ver a besteira que fez.

Now here I go again, I see the crystal visions
I keep my visions to myself
It's only me
Who wants to wrap around your dreams and
Have you any dreams you'd like to sell
Dreams of loneliness
Like a heartbeat drives you mad
In the stillness of remembering what you had
And what you lost, and what you had, and what you lost

E ela tem umas visões (um dos rumores é que eles usaram muitas drogas) mas as guarda para si.
"Sou só eu que quero me envolver nos seus sonhos." acho que ela está dizendo que quer dividir os sonhos com ele e gosta dele além da fama. MAS na frase seguinte ela pergunta se ele tem algum sonho para vender. To sell dreams em inglês significa enganar, prometer sem querer cumprir.
Esses sonhos de solidão que o deixam lembrando o que ele tinha e o que ele perdeu, no loop.

Thunder only happens when it's raining
Players only love you when they're playing
Say women they will come and they will go
when the rain washes you clean, you'll know, you'll know

E aí temos esse refrão maravilhoso com trovoadas (bateria sensacional nessa parte), enganação e a certeza de que quando a chuva parar todos vão ver as coisas com mais clareza.


Aperta o play e vamos escutar esses trovões.

2 comentários:

  1. Eu amo Can't Go back ... Mas essa eu não conhecia, vou escutar com certeza !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escuta o album Rumours inteiro, você vai gostar. :)
      Can't Go Back é fofa, é de um disco deles da década de 80 (acho que o Mirage).

      Excluir