12.8.17

Parque Olímpico um ano depois

Depois que estive em Londres mês passado e visitei o Parque Olímpico de lá, e adorei ver como as pessoas usavam aquela área, fiquei com vontade de ver como estava o do Rio um ano depois que as Olimpiadas acabaram.

arena do tênis

(Post com o escrevi sobre o Parque Olímpico quando estive lá ano passado)

Chegar no Parque Olímpico continua fácil e rápido. De Copacabana para o Jardim Oceânico, na Barra, leva 20 minutos no metrô e depois são mais 25 minutos no BRT que para na porta do parque.

O Parque Olímpico fica aberto aos sábados, domingos de feriados de 8:00 as 18:00.

As estruturas estão todas lá: arena do tênis, arenas cariocas 1, 2 e 3; o velódromo, a da ginástica olímpica e a estrutura física da piscina (mas acho que não tem mais piscina lá dentro.

arenas cariocas 1, 2 e 3

O parque está bem cuidado, colocaram algumas quadras esportivas do lado de fora, alguns brinquedos para crianças e só.

a estrutura da piscina sem a fachada
com desenhos da adriana varejão

O lugar continua um descampado, sem sombra e chega a ser desconfortável em alguns horários.

única sombra

A Arena Carioca 1 estava aberta, tinha um campeonato de tênis de mesa, e com isso tinha um food truck e os banheiros estavam abertos. Não sei se sem algum evento os banheiros ficam abertos.


A população não usa esse parque. Tinha pouquíssimas pessoas lá dentro, a maioria de bicicleta (e mesmo assim conto nos dedos das mãos os que estavam lá.

muro dos campeões

A estrutura para o Rock in Rio já está sendo montada..

essa vista da lagoa é bonita

Resumindo: é apenas um lugar para eventos. Acho uma pena que as pessoas que moram na região (tem muitos prédios e condomínios em volta) não usem esse parque, mas do jeito que está não dá para fazer muita coisa mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário