28.8.17

Game of Thrones 7ª temporada

Essa sétima temporada foi mais curta, só 7 episódios. Algumas coisas foram corridas, mas muito aconteceu então vamos ao resumo. A temporada foi curta, mas o post é longo.

COM TODOS OS SPOILERS

A temporada começou com Mother of Dragons chegando em Westeros e ocupando Dragonstone, terra de seus ancestrais e antigos reis. Ela tem exércitos, tem navios e tem dragões.

Jon Snow está lá no norte tentando convencer a galera que eles precisam se preparar para uma guerra com os White Walkers. Ele e a Sonsa tem algumas divergências quanto a forma de liderar. Sonsa quer atacar Cersei e Jon Snow sabe que o perigo vem do norte, ambos com suas razões mas que deixa rasgos na liderança (ainda mais quando a Sonsa fica questionando tudo que o Rei do Norte fala na frente de todos).

Lady Lyanna Mormont apareceu pouco nessa temporada mas já teve a melhor fala logo no primeiro episódio, ela está pronta para guerra e diz: "I don't plan on knitting by the fire while men fight for me.". Lyanna Mormont para rainha dos 7 reinos já!

Depois de uma reunião o Jon Snow manda o Ruivão (que nessa temproada é a melhor pessoa) e alguns wildlings para um castelo na fronteira com a muralha onde ele acha que os White Walkers vão chegar.

A Mother of Dragons se reune com seu pessoal: Tyrion (o anão favorito de todos), Greyjoys, Vó Tyrell (ótima!), esposa do Oberyn e Careca Eunuco. Mother of Dragons tem a melhor turma. Eles estão planejando como atacar Cersei. Mother of Dragons tem uma conversa sincera com o Careca Eunuco e a Vó Tyrell dá um conselho sábio: seja um dragão!

A bruxa ruiva chega em Dragonstone e dá a notícia que o Jon Snow é o Rei do Norte e que Mother of Dragons e Jon Snow precisam dar match. Tyrion fica surpreso que o bastardão de Winterfell chegou no topo e diz a Mother of Dragons que esse encontro pode ser uma boa idéia.

A essa altura o Littlefinger está jogando veneno para todos os lados em Winterfell e Jon Snow dá uma prensa nele. Pausa para dizer que o Littlefinger, até agora, é o grande vilão dessa série, é por causa de todas as fofocas e intrigas dele que tudo começou, ele é o maior manipulador dos 7 reinos. Desde a 3a temporada ele quer casar com a Sonsa e ser Rei do Norte. Ele quer ser rei de tudo mas vai comendo pelas beiradas.

Arya começou a temporada arrasando. Deu cabo de todos os Freys, vingou o Red Wedding e foi em direção a King's Landing, mas desviou no meio do caminho quando soube que Jon Snow era o Rei do Norte.

Cersei e Jamie estão no bem bom de King's Landing organizando uma guerra e terão ajuda do Titio Greyjoy - um personagem ótimo que é anarquista o suficiente para ser mauzão e divertido ao mesmo tempo.

Jon Snow recebe uma cartinha do Tyrion o chamando para uns drinks com a Mother of Dragons e outra cartinha do Sam (que está limpando penicos e outras coisas no lugar onde ele foi para estudar) dizendo que o lugar que mais tem dragonglass (um dos materiais que mata White Walkers) é.....wait for it.....Dragonstone.

E no terceiro episódio dessa temporada tivemos o encontro mais esperado: Mother of Dragons e Jon Snow. Gelo e Fogo. E foi maravilhoso. Ela querendo se impor, dizendo para ele se ajoelhar diante da rainha e ele dizendo que não a conhecia o suficiente para fazer isso. Começou tenso mas ao longo da temporada evoluiu e assim nasceu uma grande amizade....ou algo mais.



(O reencontro do Jon Snow com o Tyrion também foi ótimo! os dois tinham sido buddy buddies lá na primeira temporada quando o anão foi passear na muralha)

Jon Snow e Mother of Dragons tiveram que conversar um bocado, entre si e com outros, para que ela finalmente deixasse ele tirar o vidro de dragão de suas minas (isso não é um eufemismo, ainda).

A primeira investida da Mother of Dragons sobre a Cersei não deu certo, o Titio Greyjoy foi mais esperto e derrotou os navios da Yara. Theon foi o covardão de sempre e fugiu enquanto Yara, a esposa do Oberyn e filha foram presas. A esposa do Oberyn na 5a temporada matou a filha da Cersei e esta devolveu o favor na mesmo moeda.

Cersei mandou Jamie ir lá atacar as terras da Vó Tyrell e trazer comida e ouro para pagar as dívidas. Jamie matou a Vó Tyrell com um veneno mas não sem antes escutar algumas verdades como só ela sabe dizer. RIP Vó Tyrell.



Jon Snow convidou a Mother of Dragons para uma exposição de arte na caverna (e nós sabemos do que o Jon Snow é capaz numa caverna, ui, ui, ui. Mas não foi nada disso, ainda.). Jon Snow mostra o que os povos antigos deixaram desenhado lá, e olha, esse pessoal desenhava super bem porque os White Walkers são bem fiéis a realidade. Ao sair da caverna Mother of Dragons descobre que foi derrotada e não fica nada feliz. Ela pega seu dragão favorito e mais alguns milhares de Dothrakis (o povo dos cavalos) e foi atrás do exercito do Jamie Lannister.

Que ataque SENSACIONAL. Uma coisa linda aqueles Dothrakis nos cavalos com o dragão atrás. Muita gente foi queimada, o dragão levou uma lançada (mas sobreviveu), Jamie tentou matar a Mother of Dragons e quase morreu com uma baforada mas foi salvo e conseguiu voltar para Cersei e dizer que o buraco é mais embaixo.



(Uma pausa para dizer que foi uma participação curta do DickON, irmão do Sam, mas foi marcante. Um beijo DickON, que se juntou aos lindões Robb Stark e Oberyn.)

RIP DickON.

Cersei não se abala muito porque afinal ela agora tem dinheiro para montar um exército (o ouro chegou mas a comida foi toda queimada).

Em Winterfell, o Bran chegou por lá cheio de mistério e numa vibe mestre dos magos. Arya também chegou e é outra que está esquisita pacas. O Littlefinger está dedicado a fazer intriga entre as irmãs Stark.

Bran, que agora é o corvo dos três olhos, vê os White Walkers se organizando e manda cartinhas para todo mundo, mas o pessoal não acredita muito nele, bem, menos o Sam que sabe exatamente do que ele está falando. Sam pega uns pergaminhos da biblioteca e vai embora para o norte ajudar na guerra, mas antes ficamos sabendo que Rhaegar Targaryen se casou oficialmente com Lyanna Stark.

Aí chegamos na reta final da temporada...

Depois da batalha nas terras da Vó Tyrell, Tyrion vê o estrago e fica preocupado com as decisões da Mother of Dragons. Ele tem uma conversa sincera com o Careca Eunuco e os dois concluem que podem dar conselhos mas que no fim não decidem nada.

Danaerys volta com seu dragão e temos um momento fofo com Jon Snow fazendo um carinho no dragão favorito da Mother of Dragons.



Sir Jorah é brasileiro e não desiste nunca, se curou da doença de pele (o Sam o curou) e foi atrás da sua Kahlessi. Mother of Dragons fica feliz em vê-lo (e Jon Snow com uma pontinha de ciúmes, desnecessário porque todo mundo sabe que Sir Jorah nada e morre na praia, mas não desiste nunca).

O Tyrion tem uma idéia bizarra. Eles precisam convencer a Cersei de um cessar fogo para que todos se juntem na guerra contra os White Walkers. E como ele quer fazer isso? Levando um zumbi para ela ver pessoalmente. Oi?

Tyrion vai até King's Landing encontrar o Jamie (e lavar uma roupa suja) para marcar esse encontro com a Cersei. Quando Jamie conta do encontro para Cersei ela já sabia de tudo e ainda diz que tem bebê incesto na barriga.

O Davos foi com o Tyrion para King's Landing e aproveitou para encontrar o Gendry. Gente, f**king Gendry que estava remando desde a 3a temporada is BACK! (lembrando: Gendry é filho bastardo do Rei Baratheon, mas a essa altura do campeonato, com Jon Snow e Mother of Dragons na parada ele não tem direito a trono nenhum).

Então, Jon Snow, Sir Jorah, Gendry e Davos vão rumo o castelo na muralha encontrar Ruivão e cia para caçar um zumbi. O Ruivão prendeu o Hound e mais dois da irmandade que foram para o norte também atrás dos zumbis. Tirando Davos que já passou da idade, o resto se juntou num grupo suícida que foi para além da muralha.

Essa turminha coloca todas as diferenças em dia: Ruivão conta do seu crush na Brienne para o Hound, Jon Snow e Sir Jorah tem um papo sobre o pai do Sir Jorah e ficam amigos, Gendry reclama um bocado que os caras da irmandade o venderam para a bruxa ruiva, e o cara do tapa olho que voltou da morte 6 vezes fala pro Jon Snow que eles não estão ali a toa.

Eles acham um zumbi para chamar de seu, mas aí vem mais uns milhares atrás junto com os White Walkers. Jon Snow manda o Gendry ser the flash até a muralha e mandar um S.O.S. dragão para a Mother of Dragons. Depois de uma noite congelando, rodeados de zumbis, a bagunça começa. O Ruivão quase morre (ainda bem que não foi dessa vez, teria ficado traumatizada), mas a Mother Of Dragons chega a tempo e salva a galera. Menos o Jon Snow que fica para lutar com alguns zumbis depois que o Rei da Noite (ele é fodão) mata um dos dragões.

Jon Snow é salvo pelo Tio Benjen, que só faz isso na série, e consegue chegar na muralha. Jon Snow e Mother of Dragons tem uma conversa sincera, ele pede desculpas por ter levado todos lá e o dragão morreu, ela diz que agora acredita em tudo e ele finalmente diz que se ajoelha. Todos suspiram com esse casal fofo de titia a sobrinho.

Acontece que o Rei da Noite tem um bocado de corrente sobrando e os zumbis conseguem içar o dragão do gelo e.....adivinha.....temos um dragão zumbi!!

A pergunta é: ele cospe fogo ou gelo? (segundo o Luiz, meu amigo, vai ser flocos de neve. hahahaha)

E no último episódio.....

Cersei aceita o encontro com Mother of Dragons, Jon Snow e cia. Mother of Dragons chega de dragão, porque se não for para chegar de dragão eu nem vou.

Depois de alguns reencontros amistosos (Brienne e Hound, Bronn e Tyrion) e algumas amenidades (irmãos Clegane se encarando, Titio Greyjoy provocando, etc) o Tyrion começa a falar e diz que essa guerrinha entre eles não vale nada comparado ao que vem por aí e mostra o zumbi que eles trouxeram.

Cersei até fica assustada e diz que se junta a eles SE o Jon Snow se ajoelhar para ela. Entra na fila Cersei porque o que tem de mulher querendo que o Jon Snow se ajoelhe..... Anyway, Jon Snow diz que se ajoelhou para Mother of Dragons (muitos suspiros internos da Mother of Dragons nesse momento) e Cersei tira o time de campo.

Todos reclamam que Jon Snow não conta UMA mentirinha boba para salvar o mundo. Jon Snow as vezes faz umas que merece uma revirada de olhos.

Tyrion vai lá e tem uma conversa sincera com a Cersei cheia de sentimento. Aí o Tyrion volta com Cersei para sua turma, ela diz que mudou de idéia, que vai sim se juntar a guerra contra os White Walkers e eles vão embora.

MAS A CERSEI ESTAVA MENTINDO. Claro. É a Cersei né gente. Ela mandou o Titio Greyjoy buscar um exército novo que ela comprou. Ela acha que como a Mother of Dragons só veio com 2 dragões que eles são vulneráveis. Mal sabe a Cersei onde está o terceiro dragão.

Cersei enganou até o Jamie que por sua vez finalmente viu que ela passou dos limites, deu tchau para a irmã e foi para o norte. Fim do incesto mais famoso de Westeros (por enquanto). Aliás, aguardo o próximo encontro de Jamie com Brienne, curto a amizade desses dois mas shipo Brienne com Ruivão.

Mother of Dragons, Jon Snow, Tyrion e cia se preparam para ir para Winterfell e juntar o pessoal do norte. Mother of Dragons poderia ter ido de dragão mas preferiu ir no barco com o Jon Snow e rolou um momento Tieta. Essa relação foi bem desenvolvida durante a temporada, paquera estava rolando forte desde o episódio 6 e ficou mais forte nesse episódio com a conversa que ela não pode ter filhos e que ele duvida que isso seja verdade. Vamos combinar que para uma série que tem um incesto ente irmãos gemeos e um pai que tinha filhas com as filhas, uma transa entre tia e sobrinho, que nem sabem dessa relação de sangue, não é nada. (e Jon Snow mostrou qual parte do corpo ele malha em todas essas caminhadas na neve)

you know nothing jon snow

Tyrion está preocupado e ele ainda nem sabe do parentesco.


Enquanto isso em Winterfell....as irmãs Stark armaram para cima do Littlefinger e Arya passou a adaga no pescoço dele. Achei justo o Littlefinger morrer a essa altura da série. Ele perdeu a função de fofoqueiro e intrigueiro, afinal quem sobrou para ele manipular? Mother of Dragons está com Jon Snow, Cersei não cai na dele e o Rei da Noite é que não vai querer conversa mesmo. RIP Littlefinger.

Finalmente Bran abriu o bocão sem ser enigmático e contou para o Sam que Jon Snow é filho bastardo de Rhaegar Targaryen com Lyanna Stark. Sam complementou a informação dizendo que Jon Snow não é bastardo porque o casamento de seus pais foi oficializado.

Ou seja: Jon F**king Snow Stark Targaryen é o herdeiro oficial da PORRA TODA.

Pausa para absorver essa informação e ainda lembrar que tudo que o Jon Snow quer é uma vida tranquila. Ele nunca quis ser líder, muito menos rei. Ele está nessa posição porque gosta de fazer a coisa certa e é carismático pacas. Na 6a temporada ele até estava arrumando as malas quando a Sonsa chegou e ele teve que mudar de planos. Jon Snow passou a vida inteira achando que era bastardo (e tratado como tal). Ele vai pirar na próxima temporada. Aguardo muito Jon Snow pensativo e algumas DRs (porque a Mother of Dragons não vai deixar isso passar batido).

e agora gente?

E Bran diz que o nome de Jon é Aegon Targaryen. Prefiro Jon Snow mesmo.

Para terminar, lá na muralha, o Ruivão estava olhando o horizonte quando chegam os White Walkers com seu exército de zumbis e na maior pose o Rei da Noite vem montado na sua mais nova aquisição: Dragão Zumbi.

E temos a resposta da pergunta: o que o dragão zumbi cospe? Não é fogo, nem gelo, nem flocos de neve. É uma espécie de fogo azul ou raio laser que destrói um bom pedaço da muralha e abre caminho para o exército dos mortos passar.



Para a próxima e última temporada (que ninguém sabe quando vai ser) temos:
Jon Snow e Mother of Dragons juntinhos sem saber de todo babado que os espera.
Cersei grávida (diz ela) pronta para atacar.
Jamie andando a cavalo rumo norte.
Arya e Sonsa melhores amigas na neve.
Anão preocupadíssimo! Com razão.
Bran e Sam loucos para contar uma novidade.
Gendry, Davos, Sir Jorah, Brienne, Hound, Careca Eunuco e cia estão jogando um carteado até a próxima temporada.
Ruivão é dúvida ainda, mas acho que ele está vivo, só acredito que ele morreu quando mostrarem o corpo.
Rei da Noite chegando lindamente com seu Dragão Zumbi e seu exército gigantesco.

O inverno definitivamente está aqui.

Vamos tomar vitaminas e exercitar que eu quero ver Jon Snow e Mother of Dragons montados nos dragões (sem trocadilhos, ou com trocadilhos, já nem sei mais).

Quero mesmo é ver o Jon Snow montado no dragão com o lobo do lado.


Reclamação: mesmo com uma temporada curta dessas ainda perderam tempo com o namoro da tradutora com o guerreiro eunuco. WHO CARES??

Ia reclamar mas desisti: no último episódio perderam um tempo com o Theon Greyjoy (chaaato) que decide ir atrás da irmã. Claro que os caras sabem que ele é covardão e dizem que não e ele vai brigar. Quando ele leva três joelhadas no que seria uma área sensível que ele não tem desde a 3a temporada e ele nem se abala, eu ri MUITO e valeu a participação dele na temporada.

Contagem dos lobos: tem 2 vivos - o do Jon Snow que só aparece quando é conveniente, e a loba da Arya que foi viver com as amigues na floresta.


Sobre as outras temporadas: temporadas 1 a 3, 4ª temporada, 5ª temporada e 6ª temporada.

4 comentários:

  1. Anônimo8:35 PM

    Oi,
    Encontrei o blog enquanto procurava por uma análise da música You Oughta Know (Alanis Morissette) e desde então já é o meu blog favorito.
    Gostaria de sugerir duas músicas pra análise musical:
    Doo Woop (That Thing) - Lauryn Hill
    Come Away With Me - Norah Jones

    Guilherme

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Guilherme!
      Gosto da Norah Jones e da Lauryn Hill. Vou colocar essas duas músicas aqui na lista e qualquer hora dessas faço. :)

      Excluir
  2. Anônimo8:50 PM

    Agora comentando especificamente sobre GoT:
    Achei essa temporada ok, muito aquém das quatro anteriores. Houve muitos desfechos e sim compensou as partes ruins e furos.
    A impressão é que quase todos os personagens emburreceram. Faltou aquelas sacadas/jogadas que surpreendem. Acho que o ponto alto da temporada foi a morte do Mindinho. Foi no tempo certo, prático e simples. Sem dúvidas, ele é "o" vilão da série, até porque foi uma jogada dele (incitar a Lysa a matar o Jon) que desencadeou tudo. E depois ele continou movendo as peças. Acho que no início era só queria se casar com a Lysa e tomar o Vale, aí depois ele viu que podia ir além. A morte dele foi massa porque lembrou de uma cena dele com a Cersei onde ele ameaça expor ela e fala: "Conhecimento é poder". Aí ela manda os guardas matarem ele e no meio da ação pedem pra eles pararem. Aí fala pra ele: "Poder é poder". Ele sabia muito e fez tantas intrigas e no fim morreu na praia.
    No geral fica a lição, pense várias vezes antes de agir. Tipo, o Rhaegar e a Lyanna queriam casar e pronto. Aí porque a família dela não soube/não aceitou armou aquele escarcéu todo e um monte morreu. E depois repetiram o mesmo erro depois.
    Outra coisa é essa lealdade cega. Não dá pra ser assim na vida real, e personagens assim são chatos porque são previsíveis. Muito melhor um Jaime da vida que prefere matar o Rei a ver ele metendo o louco na cidade.
    No geral, essa temporada quis ser de transição, mas ficou bem perdida e corrida.
    Meu ranking de temporadas: 6 > 5 > 4 > 3 > 7 > 1 > 2 (que é bem ruim porque basicamente nada de importante acontece).

    Guilherme Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o próprio Mindinho diz (acho que na 5a temporada) "quanta gente teve que morrer para que o Rhaegar e a Lyanna ficassem juntos" inclusive os filhos dele com a irmã do Oberyn.

      Gostei dessa temporada, mas achei algumas coisas corridas. No fim entendi que estão fechando as pontas.

      Eu assisti todas as temporadas outra vez esse mês. Concordo que a 2 é a pior, bem chatinha mesmo, tem Greyjoy demais, tanto que quase desisti da série durante ela, mas no fim gostei. Gosto muito da 4a porque tem o Oberyn e foi quando comecei a me importar com o Jon Snow. Gosto da 6a porque é girl power e batalha dos bastardos. A 5a só é boa nos 3 últimos episódios (que são maravilhosos!). A 3a é boa, red wedding né? E a 1a ainda é muito boa! acho que meu ranking seria: 4> 6> 1> 5> 3>7> 2.

      Excluir