11.4.11

Jardim Japonês (3) a inauguração


balões sendo soltos

No início de fevereiro escrevi um post sobre o Jardim Japonês de Fortaleza. Esse jardim vinha sendo construído há quase três anos e já estava dois anos além da data inicial de inauguração. Confesso que não acreditava que essa inauguração iria acontecer tão cedo, afinal, como coloquei no post, o jardim precisava de algumas reformas para ficar pronto.

A prefeitura deve ter sentido a pressão de ter alguma obra pronta para o aniversário da cidade e, em dois meses, cerca e bancos foram pintados, plantas foram colocadas (algumas trocadas); e a cascata passou a funcionar. Só não sei se as carpas foram colocadas no lago porque não fui convidada para festa, fiquei do lado de fora vendo tudo em um dos dois (dois?!) telões que colocaram.


telão com propaganda do governo tirando a atencão do jardim

placa sendo coberta para cerimônia

cascata funcionando


Aliás, festa que teve toda pompa que políticos e afins adoram. Tinha banda militar (que tambem ficou do lado de fora), balões, telões com propaganda do governo, provavelmente um coquetel, moças vestidas de japonesas e até fogos de artifício. Só não tinha público.

balões antes de soltar

"japonesa"

Para um governo que se diz popular, e a prefeita repetiu isso algumas vezes em seu discurso, colocar uma rua de largura para separar as pessoas do jardim não foi uma maneira simpática de inaugurar um espaço público. A Beira Mar estava vazia, e o fato de fechar a avenida 3 quarteirões antes do Jardim não ajudou. Ninguém que passava ali estava muito interessado no que estava acontecendo no telão.

no telão: momento brasil com japão


Alguns grupos de Tai Chi Chuan e artes marciais se apresentaram na rua isolada, teve o momento religioso, momento discurso político e até consul japonês falou algumas palavras.

tiazinhas do tai chi chuan


jardim iluminado


Todo mundo só parou mesmo para ver os fogos de artifício que foram espetaculares e valeram a espera e chatice do resto da cerimônia.


Resta saber como vai ser a visitação e como vão fazer a manutenção do jardim. Eu continuo não gostando do espaço, mas assim que puder entrar, vou até lá e volto com mais detalhes.


Jardim Japonês (1), (2) e a visita (4)

Nenhum comentário:

Postar um comentário