8.2.13

Analisando a música: Don't Stop (Color On The Walls) - Foster the People

Propaganda é a alma do negócio, e quando é bem feita então..... rende para todos os lados. Essa semana a H&M colocou o video da nova linha de roupas de baixo. O filme foi dirigido pelo Guy Ritchie e é bem simples: David F**king Beckham correndo por Beverly Hills só de CU-E-CA! (Pausa para ver o video pela 153673748ª vez) Por que ele está correndo só de cueca? Who cares?? Só de ver o Beckham lindão correndo já me faz querer ir na loja comprar cuecas sei-lá-para-quem, mesmo que não vá ficar tão bem quanto no jogador. (KD a H&M no Brasil?) Vamos combinar que poucas pessoas conseguem correr sexy e com classe tudoaomesmotempoagora.

Anyway, o video no mute já é uma maravilha, mas nada como uma boa trilha sonora para reforçar a imagem e o Beckham corre ao som dessa música do Foster the People. (Essa música também foi usada no comercial de um carro, provavelmente com menos efeito do que o Beckham correndo)

A banda é nova, são garotos de Los Angeles que se juntaram em 2009. Eles são pop/rock/indie e o primeiro album (e único até agora), o ótimo Torches (2011) é um sucesso. Desse album saiu Pumped Up Kicks, Houdini, Helena Beat, e a analisada da vez: Don't Stop (Color on the Walls).

Li em algum lugar que o Mark Foster (líder da banda) trabalhou escrevendo jingles, o que faz muito sentido.

Don't Stop pelo jeito é um ótimo título de músicas boas, no meu iPod contei 5 além da analisada da vez: Don't Stop do Fleetwood Mac (música pós-fossa animada), Don't Stop Me Now do Queen (adoro!), Don't Stop Believin' do Journey, Don't Stop Till You Get Enough do Michael Jackson (classic), e Don't Stop the Dance do Brian Ferry (anos 1980).

Então vamos saber o que o Foster the People não quer parar e qual é a das cores na parede.

Walk little walk
Small talk big thoughts
Gonna tell them all just what I want
That street, two streets, I see you and me
Hanging on the empty swings
Count high low, don't worry my eyes are closed
I'm a Superman and it's my show
One shoe, two, gonna kick with my shoes
I'm gonna kick until I need new shoes

Parece que uma criancinha escreveu a letra dessa música e é isso mesmo. A idéia é o que uma criança de 4 anos faria se dominasse o mundo. A única coisa que tenho em comum com crianças dessa idade é que já fui uma.
Uma coisa é certa: diversão garantida!
A criança já começa falando de passinhos, pouca fala (ou conversa fiada), idéias grandes e já sabendo o que quer. Então vamos brincar nos balanços vazios da pracinha, arriscar um pique-esconde, ela é o Superman (quem nunca foi?), o espetáculo é dela. E vamos chutar até precisar de novos sapatos. (Foster the People, qual é a fixação em chutar? Além de chutes altos em Pumped up kicks, a criança chuta aqui também? Freud explica.)

Yeah, yeah
I said don't stop, don't stop, don't stop
talking to me 
Stop, don't stop don't stop
Giving me things

Criancinha exigente dominando o mundo. Não parem! Nem de falar comigo nem de me darem coisas! (E ai de quem negar. MEDO) Nesse momento da música no video do Beckham ele dobra a esquina e embarca numa corrida que quem grita "don't stop!" sou eu.

I run they run everybody run run
And we're all just having fun
Sleigh ride, boat ride, piggy back ride
I'm going to show them all how I can ride
One two three close your eyes and count to four
I'm gonna hide behind my bedroom door
Crayons on walls, I'll color on them all
I'll draw until I've broken every law

Vamos correr (junto com o Beckham de preferência) e se divertir. Trenó, barco, cavalinho, essa criança faz tudo! E gosta de esconde-esconde. Bom mesmo e riscar todas as paredes, e essa frase final é muito boa: "I'll draw until I've broken every law",  desde novo um artista subversivo. Quem nunca riscou uma parede?


I said don't stop, don't stop, don't stop
talking to me
Stop, don't stop don't stop
Giving me things
Stop, don't stop, don't stop
Laughing about it
Stop, don't stop, don't stop

E não vamos parar! Muito menos de se divertir, porque felicidade é ser uma criança de 4 anos.

O video da música é ótimo! Tem a Precious (Push, a novel by Saphire) arrasando na direção do carro e tocando o terror.




Beckham, pode vir nadar na piscina aqui de casa quando quiser. ;)



PS. Rafael Nadal, é assim que se puxa a cueca tá? #FicaDica

3 comentários:

  1. Nunca tinha parado pra ver o clipe dessa música. Agora que fui assistir e vi que tem a Gabourey Sidibe Precios.

    Adorei a análise, Kaká!

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de fazer uma sugestão: Seal - Kiss from a rose. Espero q goste/faça qualquer dia.

    :)
    :*

    ResponderExcluir